A NAV Portugal, responsável pelo controle do espaço aéreo, pode reconsiderar Santarém como local para o novo aeroporto de Lisboa se houver mudanças no plano inicial, especialmente na orientação da pista.

A entidade destacou que suas avaliações se baseiam nos dados fornecidos e qualquer modificação exigirá novos estudos e análises técnicas, conforme mencionado ao Expresso ao abordar a possibilidade de rever sua posição diante de alterações no projeto avaliado pela Comissão Técnica Independente (CTI).

Segundo o Expresso: “A NAV salienta que concluiu no relatório entregue à CTI que “relativamente à prestação dos Serviços de Navegação Aérea, opção [Santarém] apresenta à partida grandes constrangimentos de espaço aéreo pela proximidade da Área Militar de Monte Real acrescido pela posição relativa, perpendicular, das pistas a esta área”. E acrescenta: “Comparando com o plano de reestruturação de espaço aéreo para o AHD (cedências de áreas militares de Sintra e Monte Real), seria necessária uma grande cedência de espaço aéreo de Monte Real, por forma a ser possível a concretização da operação em modo HUB, com grandes volumes de tráfego.”