Tribunal de Santarém condenou dois ladrões a 10 anos e 6 meses de prisão por cometerem dezenas de assaltos, furtos de veículos, e tráfico de estupefacientes no Ribatejo durante o primeiro semestre de 2022.
O arguido mais velho, com 61 anos, era promotor imobiliário independente sem antecedentes criminais.
O arguido mais novo, de 46 anos, era toxicodependente com extenso registo criminal e trabalhava como zelador na propriedade do arguido mais velho.
Cultivaram uma estufa de produção de haxixe na propriedade.
Num assalto, sequestraram, ameaçaram de morte, e amarraram uma mulher com deficiência no Entroncamento, roubando 28 mil euros em dinheiro e objetos de valor.
Roubaram ainda dois escritórios de clubes desportivos, Fátima e Entroncamento, e roubaram viaturas e matrículas em Salvaterra de Magos, Entroncamento e Tomar.

As autoridades ligaram os arguidos aos crimes depois de revistarem os bens do arguido mais velho, onde encontraram artigos roubados, dinheiro, drogas e armas de fogo ilegais.