Eis o texto reescrito:

A grande e discreta personalidade da rádio portuguesa Armando Carvalhêda, faleceu aos 73 anos, conforme anunciou a nossa colega Antena 1. Durante quase um quarto de século, de 1996 a 2020, acolheu o popular programa “Viva a Música” na mesma estação.

Nascido a 30 de dezembro de 1950, em Lisboa, Carvalhêda iniciou a sua carreira em 1967 como um dos pioneiros da “rádio pirata em Portugal”, co-fundador da Rádio Clube de Alcácer do Sal.

Durante o serviço militar obrigatório na Guiné-Bissau em 1972, trabalhou num programa das Forças Armadas, marcando o início do seu percurso profissional. No ano seguinte, juntou-se à National Broadcaster e, nos anos 80, passou a acolher vários programas na Antena 1.

Carvalhêda também foi fundamental no lançamento da iniciativa de caridade “Magic Firefly”.

Agora com o seu falecimento, surgiram nas redes sociais homenagens de músicos e colegas, entre os quais António Machado, que o lembrou no Instagram como “um homem com um espírito único e um grande colega” que contribuiu para a “Contra Informação” e adaptou textos para a rádio.

Viva a Música para sempre!

A Rádio Ribatejo apresenta as mais sinceras condolências à Família.